Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

FUNCHAL

FUNCHAL, ZONA DO CLUBE NAVAL

tags:
publicado por João Carvalho Fernandes às 12:41
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 17 de Setembro de 2004

FUNCHAL: 32º38'N 16º58'W

Um blog, autoria de Ricardo Figueira, que não sendo exclusivamente sobre o Funchal, tem a publicação diária de uma foto tirada nessa cidade.

 

FUNCHAL: 32º38'N 16º58'W

tags:
publicado por João Carvalho Fernandes às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 10 de Setembro de 2004

COSTA NORTE, PERTO DE SANTANA

tags:
publicado por João Carvalho Fernandes às 16:07
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 9 de Setembro de 2004

LE JARDIN

 

Trata-se de um dos melhores restaurantes da zona velha do Funchal. Destaco especialmente os pratos flambeados, nomeadamente o Camarão com Caril, o Espada Martini, o Bife de Pimenta e o Strognoff.Tem igualmente uma grande variedade de entradas e nas sopas recomenda-se a (substancial) Sopa de Tomate e Cebola.Para além dos tradicionais Espada e Atum, tem outras variedades de peixe. Nas carnes a Espetada é muito boa.

 

 

R. Campo D. Carlos I (zona velha)9050 041 Funchal

 

Telef: 291 225023

 

Tem site: Le Jardin

publicado por João Carvalho Fernandes às 12:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 7 de Setembro de 2004

HIBISCUS

publicado por João Carvalho Fernandes às 13:20
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Setembro de 2004

JARDIM BOTÂNICO (VI) - SITE

E por fim, a indicação do site do Jardim, muito completo e extenso e que vale mesmo a pena esquadrilhar! (de preferência antes de uma visita ao local)

 

Jardim Botânico da Madeira

 

 

publicado por João Carvalho Fernandes às 14:44
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Setembro de 2004

JARDIM BOTÂNICO (V)

 

 

HERBÁRIO

 

Outro aspecto interessante das instalações do Jardim Botânico da Madeira, é a existência de um herbário. Nada melhor do que o site do Jardim para nos falar dele:

 

O QUE É UM HERBÁRIO?

 

O herbário é uma colecção dinâmica de plantas secas prensadas de onde se está constantemente a extrair, utilizar e a adicionar informação sobre cada uma das populações e/ou espécies conhecidas, e sobre novas espécies de plantas.O papel vital que os herbários podem desempenhar nos estudos de biodiversidade são cada vez mais reconhecidos por um maior número de investigadores. Os herbários albergam uma grande quantidade da informação e dados sobre a diversidade vegetal que variadas disciplinas, tais como a conservação, ecologia, fisiologia, farmacologia, agronomia (melhoramento vegetal), necessitam de conhecer para conduzirem esforços na recuperação do coberto vegetal, recuperação de paisagens degradadas, cruzamentos com incremento de resistência a pragas, melhoramento vegetal, extracção de produtos farmacêuticos e outros.Todas estas disciplinas formulam questões aos taxonomistas sobre a Identificação, Nomenclatura (especificar um nome para essa planta), Classificação (parentes mais próximos e o seu agrupamento), Distribuição (passada e presente), Ecologia (tipo(s) de habitat), etc, as quais podem ser respondidas em parte por uma etiqueta de cada exemplar de herbário e pela qualidade do exemplar de herbário e representatividade que cada herbário possui da flora de uma dada região.

 

Objectivos gerais de um herbário:

 

1. Preservar e albergar material vegetal de referência e que esteja ordenado de uma forma simples e indexada;

 

2. Possibilitar a identificação rápida de exemplares colhidos através de comparação com aqueles existentes na colecção. Para tal, os espécimes devem estar ordenados de uma forma que reflicta as similaridades entre diferentes grupos de plantas;

 

3. Constituir uma referência sobre os nomes correctos de cada espécie. Para tal, é necessário uma referência cruzada frequente com trabalhos de revisão taxonómica e nomenclatural;

 

4. Constituir uma base de dados o mais completa possível sobre a diversidade e vegetação de uma dada região. Enriquecimento das colecções com espécimes de grande qualidade científica, com registo da sua localização o mais exacta possível, dados ecológicos, altitude, tipo de vegetação e outros dados de interesse. Intercâmbio com outros herbários;

 

5. Extracção da informação e utilização dos dados de cada exemplar de herbário através da disponibilização dos exemplares para consulta ou empréstimo.

 

 

(Foto do Herbário do Jardim - ©Jardim Botânico da Madeira)

 

Colecções

 

MADJ - Herbário do Jardim Botânico da Madeira. Neste Herbário encontra-se incorporado o Herbário Histórico do Seminário do Funchal (MADS).

 

O Herbário do Jardim Botânico da Madeira (MADJ), foi iniciado em 1957,pelo Eng.º Rui Vieira, Eng.º Malato-Beliz e Sr. Rui Santos,antes da criação oficial do Jardim Botânico da Madeira a 30 de Abril de 1960.

 

Em 1957 foram herborizadas cerca de 642 plantas vasculares de diversos locais do arquipélago da Madeira e Selvagens.Ao longo dos anos o herbário (MADJ) foi enriquecido com novas colheitas e colecções cedidas por vários botânicos sendo actualmente de 21.570 exemplares de plantas Vasculares, Avasculares e Líquenes (inclui o herbário do seminário do Funchal MADS). Estes exemplares são na maioria da Madeira, Porto Santo, Desertas, Selvagens e de outros arquipélagos Macaronésicos.

 

Neste herbário também encontram-se incluídas colecções de plantas cultivadas e medicinais.

 

MADS - Herbário Histórico do Seminário do Funchal, à guarda do Jardim Botânico da Madeira desde 1982, o qual está incorporado no MADJ.

publicado por João Carvalho Fernandes às 17:17
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Setembro de 2004

JARDIM BOTÂNICO (IV)

 

 

No Jardim Botânico da Madeira, existe um Museu de História Natural, com muito interesse. Transecreve-se de seguida, o texto de apresentação no site do Jardim:

 

MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL

 

No ano de 1874, o padre Ernesto João Schmitz, ornitólogo alemão, estabeleceu-se na Ilha da Madeira, e assumiu a 27 de Setembro de 1881 a vice-reitoria do Seminário Diocesano do Funchal. Desde 1882 até 1908, o padre Ernesto Schmitz, organizou um Museu de História Natural no Seminário do Funchal. Reuniu colecções de vários ramos das ciências da natureza, com inúmeros exemplares endémicos, novos e raros, recolhidos, organizados e classificados pelo mesmo. A sua especialidade era sobretudo a Ornitologia (parte da Zoologia que se ocupa das aves), mas também se interessou por insectos, moluscos terrestres e marinhos, peixes, corais, toda a flora de superfície oceânica especialmente no campo das algas. Ao Museu de História Natural do Seminário foram adicionadas as importantes colecções de Muscíneas e Fanerogâmicas, organizadas pelo naturalista inglês James Yate Johnson.

 

Do espólio do Museu, ainda fazem parte as colecções de líquenes e fungos, organizadas pelo padre Jaime de Gouveia Barreto, que substituiu o padre Ernesto Schmitz nas funções de conservador do Museu do Seminário.

 

É de assinalar os contributos do biólogo madeirense, padre Armando Sardinha, na conservação e indexação das colecções existentes no Museu.

 

O padre Manuel de Nóbrega que em 1981 entrou para os serviços do Jardim Botânico da Madeira, iniciou a instalação do espólio do antigo Museu Diocesano do Funchal, em 3 salas do edifício principal do Jardim Botânico, nomeadamente as colecções de aves, fósseis, rochas, minerais, animais invertebrados e outros vertebrados, de modo a constituir o núcleo do Museu.

 

Este espólio propriedade da Diocese, foi entregue à guarda do Jardim Botânico em 1982.

 

A partir de 1 de Outubro de 1982, foi aberto ao público. Desde então, tem sido visitado por inúmeras pessoas, quer nacionais, quer estrangeiros.

publicado por João Carvalho Fernandes às 17:13
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30

.links

.posts recentes

. CALHAU DA LAPA

. PISCINAS DA PONTA GORDA -...

. Carreiro mais antigo diss...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. QUINTA DO ARCO - ARCO DE ...

. PONTA DE SÃO LOURENÇO

. FORTE DE SÃO TIAGO

. HELLOGUIDEMadeira

. CABO GIRÃO AOS PÉS

. VISTA DO MIRADOURO DO CAB...

. MIRADOURO DO CABO GIRÃO

. TELEFÉRICO DO RANCHO

. VISTA TELEFÉRICO DO RANCH...

. Estátua do INFANTE D. HEN...

. IGREJA DE SANTA MARIA MAI...

. JANELA MANUELINA NA QUINT...

. VÉU DA NOIVA - SEIXAL

. PENHA DE ÁGUIA

.arquivos

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Junho 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Boa Noite e Bom Descanso

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds