Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

Borboleta da Madeira entrou em extinção

 

Com a devida vénia ao Diário de Notícias da Madeira

 

 

É conhecida vulgarmente por 'Grande branca da Madeira' e é a primeira borboleta a ser considerada oficialmente extinta em território europeu, como resultado da acção humana.

 

A notícia foi divulgada pelo jornal britânico 'The Times', no âmbito da realização de uma conferência sobre borboletas em Laufen (Alemanha). Na reunião, os especialistas apontaram como causas do desaparecimento desta subespécie endémica do Arquipélago da Madeira, a perda de habitat devido ao aumento do índice de construção e a poluição proveniente de fertilizantes agrícolas. António Franquinho Aguiar, que tem desenvolvido um vasto trabalho na área das borboletas do arquipélago, afirmou que hipóteses apresentadas como as queimadas florestais, o pastoreio desordenado e as actividades agrícolas não explicam o desaparecimento da 'Grande branca', "até porque algumas destas actividades já estavam em diminuição na altura dos acontecimentos e outras como o pastoreio não aconteciam no seu habitat".

 

Referindo que desde os anos oitenta não existem registos de observação desta borboleta, o investigador explica que é apologista de uma justificação apresentada em 2003 e que fala da possibilidade da estirpe 'Pieris brassicae' ter sido exposta a um vírus introduzido na Madeira pela 'Pequena Branca' (borboleta que apareceu na Região em 1974). Esse vírus "pode ter originado uma infecção generalizada ao ponto de dizimar as populações da borboleta". Outra hipótese credível é a introdução natural de uma vespa parasita que, na Europa, é responsável por 95% das mortes de lagartas das borboletas 'Pieris'. Franquinho Aguiar diz que esta era uma borboleta grande, que dificilmente passaria despercebida. Também as suas lagartas eram conhecidas. "Como eram grandes e alimentavam-se várias lagartas da mesma couve, comiam uma folha em pouco tempo", explica. Embora admita a possibilidade de outras espécies de borboletas desaparecerem nas próximas décadas, por variadas razões, Franquinho Aguiar refere que no âmbito das borboletas do arquipélago "não há nenhuma espécie que se possa considerar em perigo de extinção. Até as três espécies endémicas têm populações estáveis e não estão por isso ameaçadas". Ao nível mundial, a situação é mais preocupante.

 

Catálogo das Borboletas

 

Após a obra em colaboração, Guia das Borboletas do Parque Ecológico do Funchal, Franquinho Aguiar está a preparar a edição de um catálogo das borboletas do Arquipélago da Madeira. Este será o primeiro número de uma série de catálogos sobre a fauna entomológica (insectos) do arquipélago que deverão ser publicados nos próximos anos. Depois das borboletas será editado um livro sobre coleópteros (besouros ou escaravelhos). As edições serão financiadas pela Câmara do Funchal.

 

Grande branca da Madeira

 

- Nome vulgar: Grande Branca da Madeira;- Nome científico: Pieris brassicae wollastoni;- Família: Pieridae;- Distribuição e habitat: Endémica da Madeira; Até 1950 esta borboleta foi referenciada sempre a altitudes superiores a 650m, incluindo a laurissilva húmida que se estende até aos 1.200m. A partir desta data, começa a voar também a altitudes inferiores, em zonas agrícolas onde as suas lagartas são encontradas a se alimentarem de couve;- Descrição: Espécie de grandes dimensões, com envergadura de 55 a 65 milímetros. Asas anteriores com fundo alar branco puro e ápices com ampla ponta negra;- Estatuto de conservação: Em tempos muito espalhada, mas agora extinta provavelmente desde meados dos anos 80. Os últimos exemplares foram observados em Maio de 1977 na Encumeada e no Paul da Serra.

 

Ana Luísa Correia

tags:
publicado por João Carvalho Fernandes às 16:47
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De antonio marcos a 15 de Maio de 2012 às 18:05
gostei das informacões gostaria de saber mais
De Sandra a 29 de Junho de 2010 às 16:43
A Borboleta branca da Madeira não está extinta, mas sim em vias de extinção, quem o disse não está bem informado e se é um especialista devia ter investigado melhor.
De gil a 12 de Outubro de 2014 às 21:36
Está extinta sim senhor
De Lorena Boeas a 3 de Junho de 2010 às 02:47
adorei.... e vai me ajudar muito no meu tcc. Obrigada!
De Ana a 19 de Novembro de 2009 às 18:44
Eu sou da Madeira e ainda há pouco tempo vi uma dessas borboletas. Perto da extinção, sim. Extintas, não.
De rui a 12 de Outubro de 2014 às 21:39
DEVE TER VISTO A PEQUENA BRANCA DA MADEIRA
A GRANDE BRANCA DA MADEIRA ESTÁ EXTINTA DESDE MEADOS DOS ANOS 80.
De Bernardo a 8 de Maio de 2009 às 07:12
Olá,
Bom dia!
Gostei muito de conhecer a borboleta:
Grande Branca da Madeira.
De Daiane a 2 de Dezembro de 2008 às 22:59
Olá,

Não sei se vocês que postaram essa pesquisa verão meu comentário...espero que sim

Eu encontrei uma borboleta em meu quarto e a achei muito bonita, então decidi pesquisar para saber sua espécie e decobri que ela é dessa especie que foi extinta:Grande Branca da Madeira.
Apesar dela ter sido tomada como extinta, ainda consegui ver essa.
É uma pena que ela tenha sido extinta..

Obrigada,
Daiane de São Paulo.
02/12/2008
De maria de fatima rodrigues pereira a 1 de Junho de 2008 às 19:14
boa tarde
tenho muita pena que a borboleta branca da Madeira esteja extinta,fiquei a saber por vós que tal aconteceu e fiquei muito triste até por ter convivido com a espécie na minha infância.
será que a espécie extinta não terá sido de propósito,visto se alimentarem de couves?
termino o meu comentário pedindo que estejam atentos às outras espécies que ainda existem e, agradecendo às pessoas que dedicam a sua vida em prol da natureza. Obrigada. Fátima (ODIVELAS)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30

.links

.posts recentes

. CALHAU DA LAPA

. PISCINAS DA PONTA GORDA -...

. Carreiro mais antigo diss...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. QUINTA DO ARCO - ARCO DE ...

. PONTA DE SÃO LOURENÇO

. FORTE DE SÃO TIAGO

. HELLOGUIDEMadeira

. CABO GIRÃO AOS PÉS

. VISTA DO MIRADOURO DO CAB...

. MIRADOURO DO CABO GIRÃO

. TELEFÉRICO DO RANCHO

. VISTA TELEFÉRICO DO RANCH...

. Estátua do INFANTE D. HEN...

. IGREJA DE SANTA MARIA MAI...

. JANELA MANUELINA NA QUINT...

. VÉU DA NOIVA - SEIXAL

. PENHA DE ÁGUIA

.arquivos

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Junho 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Boa Noite e Bom Descanso

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds