Terça-feira, 11 de Julho de 2006

Falta de carteira profissional é entrave ao Turismo Activo

Com a devida vénia ao Jornal da Madeira

 

A Madeira tem um vasto leque de ofertas na área do Turismo Activo, quer em terra quer em mar. Os "profissionais da diversão" andam de bicicleta, de quaiaque, de jeep, de catamarã. Enfim, levam os turistas a conhecer a aventura em segurança da natureza da Madeira. Contudo, nem tudo são rosas. A inexistência de carteira profissional para estes profissionais é um obstáculo ao crescimento do sector. De momento, está em estudo nova regulamentação para a actividade.

 

 

Andar de bicicleta pelas montanhas madeirenses, passear a pé pelas levadas, fazer um jeep-safari e desfrutar das belezas da ilha, sentir a adrenalina a dominar o corpo enquanto se desliza nos leitos das movimentadas águas das ribeiras que se desenham pelo interior da Madeira, sentir a brisa do mar num mini-cruzeiro em catamarã pela costa sul da Madeira, passear de caiaque, estar praticamente ao lado de golfinhos.

 

 Tudo isso é possível na Madeira. O turismo está em mutação. Os turistas estão mais exigentes e querem novas emoções e sensações. Enfim, querem aventura com segurança. "Já não querem estar uma semana de férias só ao sol". Por isso, procuram actividades incluídas no Turismo Activo.

 

A Olhar foi conhecer um pouco desta forma de receber os visitantes. O Turismo Activo está ainda a despontar, mas são várias as suas potencialidades, como nos explica Luís Pinto Machado, da empresa "Terras da Aventura", que organiza diversas actividades de turismo activo.

 

"Somos profissionais da diversão", diz. "Temos de satisfazer as pessoas de manhã à noite, com as diversas actividades que temos. O sucesso da actividade tem a ver precisamente com a diversão do cliente". Quanto ao tipo de turistas que procuram as actividades junto da natureza, o responsável diz que as faixas etárias variam entre os 25 e os 55 anos. Em termos de nacionalidades, a Europa Central - a Europa rica - é o principal mercado, com a Alemanha, Inglaterra, Bélgica, por exemplo. Em segundo lugar, surgem "os mercados de proximidade" - os portugueses - que, apesar de não nos procurarem muito, talvez por uma questão de mentalidade, começam a crescer. O mercado espanhol também tem crescido, salientou ainda.

 

Quanto a madeirenses, são "muito poucos os que nos procuram". Normalmente, e do mercado madeirense, quem procura a "Terras de Aventura" são as empresas, para actividades de incentivo (ler caixa).

 

Actividade em regulamentação

 

Apesar desta ser uma vasta área e com um potencial de crescimento significativo, a verdade é que tem havido entraves ao desenvolvimento do Turismo Activo, salienta. Esta actividade está a tentar mudar a legislação de modo a, por exemplo, dotar os profissionais de carteira profissional, um requisito existente em vários países que apostam em Turismo Activo, mas que, em Portugal ainda não existe. A esse nível, diz que o nosso país está muito atrasado, apesar de ter muito para oferecer nesta área. O nosso entrevistado explicou que actualmente, não existe uma definição clara dos serviços de Turismo Activo. Na realidade, para além do Decreto-Lei 204/2000, que definiu a regulamentação da actividade, nota-se a necessidade de clarificar novos aspectos.

 

Assim, a Associação Nacional de Empresas de Turismo Activo e de Natureza está a tentar, juntamente com o Governo Central, regulamentar actividades mais específicas. Isso porque, o Turismo Activo é uma actividade relativamente nova em Portugal. Como actividade oficial, tem apenas seis anos, referiu-nos Pinto Machado, que faz parte da referida associação nacional. Aliás, a sua empresa foi uma das fundadoras da instituição continental, há cerca de 10 anos.

 

Desconhecimento permite existência de empresas sem licença

 

As indefinições existentes são obstáculos ao crescimento da área, comenta. Um dos entraves é precisamente o desconhecimento das autoridades da existência deste tipo de empresas. "Esse desconhecimento faz com que abundem empresas que não estão licenciadas e que podem incorrer em algum risco fazendo actividades para as quais não estão devidamente preparadas, porque o contacto com a natureza também implica alguns riscos. É muito arriscado uma empresa que não está licenciada para tal, levar turistas para a montanha. Pode ser grave". Dessa feita, a regulamentação que está a ser preparada visa "salvaguardar as empresas que estão no activo e que querem ser transparentes e legais, e para evitar que haja concorrência desleal, quer ao nível da própria segurança quer ao nível do profissionalismo".

 

As alterações pretendidas pela associação passam por uma melhor integração da área na actividade turística, nomeadamente através da formação. As sucessivas mudanças de governo, nos últimos anos, têm atrasado o processo, salienta. De qualquer modo, está confiante no actual secretário de Estado do Turismo, o madeirense Bernardo Trindade. "Sabemos que há intenção do secretário de Estado de rever o diploma que rege a actividade de animação turística".

 

Plano de formação nacional em preparação

 

Como nos explicou, "actualmente, só existem guias turísticos e guias de montanha oficiais. Estamos a tentar, a nível nacional, criar um plano de formação para jovens e não jovens que queiram trabalhar nesta área e para a qual possam ter uma formação legal e específica que os qualifique". O pretendido, assim, é formar "profissionais da diversão", monitores, através de um programa nacional que reúna currículos distintos para cada actividade e que permita que pessoas que tenham formação nesta área possam trabalhar com segurança, profissionalismo e com uma carteira profissional. A falta de encartados neste sector pode levar a uma certa desconfiança por parte dos turistas e agências, sublinha Luís Pinto Machado.

 

"Numa altura em que se quer profissionalizar esta área, também temos de ter profissionais à altura. Temos de acompanhar a promoção que a Madeira está a fazer no exterior e, se nós promovermos a Madeira nesta vertente do turismo activo, temos de estar preparados para quando os turistas aqui chegarem, podermos prestar serviços com o nível de profissionalismo que eles esperam, tal como acontece noutros países".

 

Inexistência de encartados prejudica contratos

 

Da parte da "Terras de Aventura", é dada formação aos monitores da empresa. Contudo, "não é a formação oficial", o que pode causar problemas junto dos operadores turísticos que exigem profissionais credenciados. Por isso, Pinto Machado lamenta que Portugal esteja muito atrasado nesta área. Comparando com a França e Espanha, por exemplo, "o nosso país está cerca de vinte anos atrasado", acrescentou. Essa situação reflecte-se "na falta de contratos com alguns operadores turísticos porque não há certificação ao nível de qualificação profissional"

 

Enfim, são obstáculos à evolução da actividade considerada pelo nosso entrevistado como "o parente pobre do Turismo". O responsável pela "Terras de Aventura" diz ainda que "uma prestação de bons serviços implica formação e reciclagem. É normal que um agente de viagem ou operador turístico que queira uma operação na Madeira com o turismo activo exija mais dos nossos profissionais do que de um hotel, porque o grau de risco é maior". Por outro lado, o nosso interlocutor considera haver algum desconhecimento por parte das autoridades regionais que "acham que um guia turístico ou um guia de montanha é capaz de fazer todas as actividades que nós temos, como caiaque, canyoning, passeios de bicicleta, actividades com grupos, quando são realidades muito diferentes". Ou seja, tem de haver especificidades em formação. Ainda mais quando a Madeira tem tanto por oferecer nesta área, em mar e em terra.

 

De salientar ainda que, actualmente, estão registadas na Madeira entre 25 a trinta empresas de animação turística. No entanto, também a este nível há uma certa indefinição porque empresas com ofertas distintas foram "metidas todas no mesmo saco", em termos da sua designação na lei. Por exemplo, "o Governo chamou a um aeródromo, a um centro hípico, e a uma empresa como a nossa como empresas de actividade turística. Ou seja, do número de estabelecimentos com esta designação na Madeira, apenas cinco ou seis prestam serviços específicos no Turismo Activo. À parte dos problemas sentidos no sector, a verdade é que os turistas continuam a procurar a aventura em segurança. Enfim, a Madeira não é propriamente um destino de sol e praia. Tem montanhas, trilhos e águas que conquistam o espírito aventureiro dos turistas".

 

Os "profissionais da diversão" tentam garantir o sucesso das férias de quem nos procura. E apesar das dificuldades, o objectivo primeiro tem sido alcançado. Por isso, venha a regulamentação das actividades específicas do sector. E venham mais turistas

 

 Paula Abreu

tags:
publicado por João Carvalho Fernandes às 12:02
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Andreia a 21 de Julho de 2009 às 09:46
O Mal Dos Portugueses e de metade da poulação mundialmente existente é que nunca estão satisfeitos com nada, só sabem dizer mal, mal, mal... Em relação ao LPM, é Certo que talvez até falte com pagamentos, mas aos olhos do turista isso não lhe interessa para nada o que lhe realmente interessa e' obter os serviços pelo qual pagou, até porque o assunto nem fala sobre o funcionamento da empresa e o grau de satisfação dos funcionários mas sim o grau de satisfação dos clientes que é a prioridade de qualquer empresa! Em relação à EPHM, mais uma vez só dizem mal, Ao nível de Turismo bem como a nível hoteleiro minhas senhoras e meus senhores, Digo e digo com convicção a Escola Profissional de Hotelaria e turismo da Madeira é Nacionalmente uma das Melhores Escolas profissionais! Se assim não fosse os estudantes da Hoteleira não teriam no seu curriculo uma certa vantagem em relação aos outros alunos de outros estabelecimentos de ensino, isto porque os alunos da hoteleira tem a oportunidade de logo no 1º ano de ensino contactarem e interagirem à partida com os clientes e só com a práctica se Obtem os Bons resultados, e em relção à practica so a Escola Profissional de Hotelaria e Turismo pode realmente atingir um patamar acima das restantes escolas, isto porque é a única na madeira que tem o "MELHOR MANUAL DE ENSINO" : O Própio hotel!
De Ana a 21 de Julho de 2009 às 09:29
Em relação ao LPM não sei mas o que estão a dizer da escola não é bem assim ainda se fazem bons profissionais e como em qualquer outra escola existem os bons alunos e os maus alunos os bons prof e os maus prof como tb em qualquer outra escola se fazem bons e maus profissionais mas acho que é tipico do portugues neste caso do madeirense julgar julgar e julgar e fazer o que? Nada! Arranjem outro passatempo!!!!
De Jose fernandes fernandes a 6 de Novembro de 2008 às 15:11
EPHTM, conceituada? Só se foi no passado. Infelizmente hoje está bem desacreditada. Ali já não se formam bons profissionais pois de escola de hotelaria e turismo apenas resta o nome. É mais uma escola como todas as outras de ensino secundário, cujos responsáveis, ao fim de tantos anos não conseguem geri-la. É um salve-se quem puder e enquanto puder!!!Por isso é que tudo é permitido. Até o cão do Director Hoteleiro tem direitos, acreditem! É vê-lo todo regalado aos fins de semana quando o Director por ca passa, sentado na poltrona da entrada como um lord e comendo os seus cereais nas taças dos clientes como de mais um se tratasse. E se vissem a carita dele!!! Será ele o proximo director?
De Vilão a 5 de Novembro de 2008 às 13:34
Não sei onde foram buscar essa ideia, de que a EPHTM é uma escola prof. conceituada.
É normal que num estabelecimento onde os responsáveis navegam sem rumo, e o comadante anda desnorteado se deixe entrar qualquer tipo de pessoa.
É uma vergonha o que se faz dentro deste estabelecimento.
De antigo aluno a 24 de Outubro de 2008 às 01:28
essa coisa de pessoa k se expressa aki como um bom samaritano na ilha da madeira tem a cabeça a premio devia era de ter vrgonha...custa-me é acreditar como é k uma escola tam conceituada como a e.p.h.t.m.ainda deixa entrar ladroes tam rrafeiros como essa merda de pessoa nas suas instalaçoes. ha acreditam ou nao essa coisa da a cadeira de tecnicas profissionais,imaginem so! as unicas tecnicas k ele conhece é a do malabarismo imaginem só se a tecnica pega?
De rui a 24 de Outubro de 2008 às 01:18
luis pinto machado na madeira e sinonimo de calote
terras de aventura e sinonimo de serviço de merda
sem falar no facto desse senhor dar aulas na escola hoteleira do funchal e angariar alunos dessa mesma escola,para lhe prestar serviços e depois lhes dar coiçe e coitados com medo de rrepressalias omitem o sucedido...e mais e mais
De stoneflee a 19 de Junho de 2008 às 23:09
profissionais da diversão??? hahaha este senhor LPM é uma fraude, mas uma coisa ele diz e com muita razão, se as autoridades responsaveis pela fiscalização deste sector de actividade, ele mesmo seria o primeiro a ter que fechar as portas porque não tinha como responder as tantas calunias que ele proprio faz nesta area.
e mais, talvez ainda lhe falte alguma formação principalmente na area de motivação do pessoal de trabalho, ele exige responsabilidade e faz muito bem mas tem antes que dar o exemplo e não falo em nada de especial a não ser pagar aos seus empregados mesmo que seja mal e porcamente que ao menos fosse a dias e horas certas. mas o LPM sabe muito bem o que diz e digamos que o que ele diz, diz muito bem, mas se formos apreciar bem de perto o serviço do senhor LPM´, é uma vergonha sem qualidade sem respeito pelos que estão a pagar, mas para ele ñem lhe faz comichão porque aos contrario do que ele faz exige que lhe seja pago o serviço que vai prestar garantido assim o seu bolso e depois não enteresa o que se vai passar depois.éxemplificando é como vender um quarto muito bonito com lençõis limpos e paredes pintadas e depois de pagar nem tecto tem.
mas ele fala bem e ate e uma pessoa comica que ate tem jeito para entreter. profissionais da diversão!!! ele sabe lao que é ser profissional. se esse senhor tivesse um pingo de nem fala das coisas que fala, porque no meu entender não é exemplo para ninguem. ele so se mete nestas coisas que é para tar na boca do povo e mamar o quanto pode so com a aparencia. vergonhoso.
e digo isto não porque tenho inveja dos que ele forneçe mas porque entristece-me como e que uma pessoa tem a lata de referir certas coisas e depois provar que nem um obrigado pelo dinheiro que lhe fazem meter no bolso ele diz.
De luigi a 23 de Dezembro de 2007 às 22:29
Sem qualquer comentário. Terras de Aventura é conhecida por prestar "bons serviços" ? Só me apetece rir !!!!!!!!!!!!!!!! Que formação dá? de discoteca? Risos !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
De João Ferreira a 14 de Março de 2007 às 12:33
Esse senhor Luís Pinto Machado é conhecido na região por "estar sempre atrasado a pagar aos guias de montanha que são contratados para fazer um serviço ocasional, por vezes até nem pagando".

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30

.links

.posts recentes

. CALHAU DA LAPA

. PISCINAS DA PONTA GORDA -...

. Carreiro mais antigo diss...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. ROSEIRAL DA QUINTA DO ARC...

. QUINTA DO ARCO - ARCO DE ...

. PONTA DE SÃO LOURENÇO

. FORTE DE SÃO TIAGO

. HELLOGUIDEMadeira

. CABO GIRÃO AOS PÉS

. VISTA DO MIRADOURO DO CAB...

. MIRADOURO DO CABO GIRÃO

. TELEFÉRICO DO RANCHO

. VISTA TELEFÉRICO DO RANCH...

. Estátua do INFANTE D. HEN...

. IGREJA DE SANTA MARIA MAI...

. JANELA MANUELINA NA QUINT...

. VÉU DA NOIVA - SEIXAL

. PENHA DE ÁGUIA

.arquivos

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Junho 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Boa Noite e Bom Descanso

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds